Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Partido dos Trabalhadores

Deputado Federal Zeca Dirceu chama Guedes de "Tigrão" com aposentados e "tchuchuca" com ricos

O Deputado Federal Zeca Dirceu Mitou ao chamar o ministro Paulo Guedes de ‘tchuchuca com ricos e tigrão com pobres’. Sessão de comissão da Câmara terminou na delegacia. O deputado Zeca Dirceu (PT-PR) provocou confusão ao afirmar que o ministro da Economia, Paulo Guedes, é "tigrão" com os aposentados, agricultores e professores, e "tchutchuca" com "a turma mais privilegiada do país" e os "amigos banqueiros", durante a sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara que discutia a reforma da Previdência. Guedes revidou e, apesar de estar com o microfone desligado, gritou para o deputado que "tchutchuca é a sua mãe e a sua avó". A declaração de Dirceu faz referência ao funk "Tchutchuca", que foi sucesso do grupo Bonde do Tigrão em 2001. Parece que o Partido dos Trabalhadores começa a despontar nova liderança com sangue novo disposto a lutar com garra pelos direitos dos menos favorecidos. Agora é esperar o caldo entor…

MPE da Comarca de Nova Londrina pede a retirada de material irregular do PT á Juíza Eleitoral

A Promotoria Eleitoral da Comarca de Nova Londrina, apresentou nesta terça-feira (25), uma notícia de irregularidade na distribuição de panfletos do tipo "Colinhas", sugerindo que o candidato "Lula, cujo pedido de registro de candidatura foi indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral.
O promotor, Dr. Caio Santana de Rienzo, pede ainda que o Juízo Eleitoral adote as providências cabíveis, e intime a presidência do Partido dos Trabalhadores do diretório do município de Nova Londrina no prazo de 24 horas para a imediata obstrução da distribuição do material sob pena de busca e apreensão do material irregular.

Campanha do PT entra com representação criminal contra Jair Bolsonaro

A coligação “O povo feliz de novo” (PT/PCdoB/PROS) entrou com representação criminal, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), contra o deputado federal Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República pelo PSL, por ameaça. A coligação também ingressou com notícia-crime pelos crimes de injúria eleitoral e incitação ao crime.