Pular para o conteúdo principal

Auxílio emergencial: quem receber os R$ 600 pode ter que devolver em 2021

Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Lei foi alterada pelo senado e prevê devolução do valor para quem se recuperar financeiramente

Alteração na lei diz que beneficiário terá que devolver o valor no ano que vem caso termine 2020 com renda acima do limite de isenção do IR
A lei do auxílio emergencia l sofreu uma nova alteração, que torna o benefício um "empréstimo" para quem se recuperar financeiramente até 2021. A mudança feita pelo senado e sancionada pelo presidente Bolsonaro (sem partido) determina que quem quem receber em 2020 mais que o limite de isenção do Imposto de Renda (IR) terá que devolver o valor integral em 2021, inclusive o dos dependentes.

Atualmente, quem recebe menos de R$ 28.559,70 no ano inteiro, incluindo, por exemplo, salários, aposentadorias e aluguéis não paga o Imposto de Renda.

A lei do auxílio emergencial, inicialmente, excluia pessoas que tivessem recebido valor maior do que R$ 28.559,70 em 2018, deixando de fora pessoas que tinham certa renda há dois anos, mas que necessitam de auxílio governamental diante da crise.


Após a primeira parcela, a câmara e o senado aprovaram um projeto que derrubou este critério. Por outro lado, foi adicionado ao texto a obrigação de devolver o auxílio caso o beneficiário termine o ano de 2020 com renda acima do limite de isenção do imposto de renda .

De acordo com o relator do texto final, o senador Espiridião Amin (PP-SC), existia um acordo com o governo federal para que as duas alterações fossem aprovadas; juntas, formariam um critério mais justo para analisar quem teria direito às parcelas.

No entanto, o senador diz que o governo não cumpriu com o combinado e aprovou apenas metade do acordo. Dessa forma, o presidente Bolsonaro manteve o critério que exclui pessoas por causa da renda de 2018, mas sancionou medida que exige devolução do valor recebido por quem se recuperar ao longo de 2020.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CANTOR JULIANO CÉSAR SOFRE INFARTO E MORRE NA CIDADE DE UNIFLOR-PR

O mundo sertanejo está de luto pela morte do cantor Juliano César. o sertanejo estava realizando um show na cidade de Uniflor quando teve um infarto fulminante. O cantor foi levado para o hospital porém infelizmente não resistiu e entrou em óbito. Os últimos instantes do show do artista foi registrado. Veja o momento em que o cantor passa mal e cai em cima do palco.

POPULAÇÃO DE NOVA LONDRINA SE MOBILIZA PARA PEDIR REDUÇÃO DO SALÁRIO DE VEREADORES PARA R$1.383,80

Os eleitores do município de Nova Londrina  no noroeste do Paraná, subscreveram um projeto de lei de inciativa popular para redução do subsídio dos Vereadores para o valor de R$1.383,80 e do Presidente da Câmara para o valor de R$1.599,40. Segundo texto encaminhado para nossa redação por Samuel Oliveira de Lima,  "Nova Londrina como em vários municípios têm tido movimentos populares para apresentação de projeto de lei na Câmara para fixar o valor do subsídio mensal do vereador em um valor condizente com a realidade do Município. O presente projeto de iniciativa popular cumpre o indicado pela a Lei Orgânica Municipal, contando com manifestação expressa de mais de 5,0% de eleitores. Os assinantes da petição pública concordam com o seguinte projeto de lei: A redução salarial dos vereadores do Município de Nova Londrina-PR". Segundo o projeto a açãoresultaria em uma economia anual para o município acima de R$100.000,00 (cem mil reais).
 O  projeto de lei, visa à redução, para a…

JUSTIÇA DECRETA A PRISÃO DOS SUSPEITOS DE ENVOLVIMENTO DE HOMICÍDIO EM NOVA LONDRINA

A pedido do Ministério Público, o Poder Judiciário de Nova Londrina decretou a prisão preventiva de MICAEL DE OLIVEIRA ALVES PEREIRA e MAIKE FERREIRA DA SILVA em razão de fato ocorrido no final de tarde do dia 22 de janeiro, nas imediações da Rua Sebastião de Moraes, cruzamento com a Rua Akira Kamitami, nesta cidade e Comarca de Nova Londrina/PR.

A mencionada prisão foi motivada pelo fato de que três indivíduos já identificados (HOLIVER SILVA MARIANO MICAEL DE OLIVEIRA ALVES PEREIRA e MAIKE FERREIRA DA SILVA) teriam se dirigido ao local onde se encontrava a vítima Vinicius Alan Costa de Oliveira, e efetuando diversos disparos em via pública, com o objetivo de matá-lo.

Ressalte-se que na tarde do dia 22 de janeiro, a Polícia Militar prendeu em flagrante o primeiro suspeito identificado, HOLIVER SILVA MARIANO. No dia seguinte, diante das provas até então coletadas, o Ministério Público representou pela prisão preventiva dos outros dois identificados MICAEL DE OLIVEIRA ALVES PEREIRA e M…